Radialista é dado como morto no SBT e exige R$ 100 mil do canal

SBT

SBT
SBT para na Justiça por erro no Primeiro Impacto (Imagem: Reprodução / SBT)

O SBT deu um susto em amigos e familiares de Bruno Aurélio de Freitas, de 50 anos, após anunciar sua morte no Primeiro Impacto, em setembro. Na época, o canal paulista tinha como objetivo noticiar a morte de Bruno Aurélio Siqueira Brito da Silva, de 37 anos.

Na época, o rapaz e amigo de Jojo Todynho, atualmente em A Fazenda 2020, foi encontrado morto no Rio de Janeiro. A emissora de Silvio Santos fez confusão e “matou” o radialista do interior do estado. O profissional não tem nenhuma relação com a vítima ou com a cantora.

De acordo com o Notícias da TV, Freitas entrou com um pedido de indenização no valor de R$ 100 mil contra o SBT na Vara Única da Comarca de Colina do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em 15 de outubro.

A foto do radialista foi usada para ilustrar a reportagem. Além disso, ele pediu a retiradas dos vídeos com suas imagens do YouTube e dos canais oficiais da emissora. “Como uma TV do porte do SBT faz uma matéria usando uma foto de alguém que não tem nada a ver com o fato? A matéria trouxe alguns inconvenientes desnecessários”, desabafou o rapaz para a reportagem.

Noel da Silva Santos, advogado da vítima, disse que tudo começou com uma reportagem de 26 de setembro. “Onde mais ficou passando foi no [programa do] Marcão do Povo. Mas eles replicaram para as regionais e rede nacional. Está disponível no YouTube até hoje. Eles começam a notícia com a foto do verdadeiro [rapaz]. No meio da notícia, eles falam: ‘Parece que era locutor de rádio’, e aparece uma foto do Bruno no estúdio [de rádio]”, relatou.

O juiz Fauler Félix de Ávila deferiu liminar contra o canal paulista. “Trata-se de ação de indenização por danos morais ajuizada por Bruno Aurélio de Freitas em face de TVSBT Canal 4 de São Paulo S/A. Narra a parte autora que é pessoa conhecida nos meios de comunicação, pois é profissional de rádio há quase 30 anos. Recentemente, foi surpreendido com notícia amplamente veiculada pela requerida, vinculando a imagem do autor a uma pessoa assassinada no Rio de Janeiro, amiga de Jojo Todynho”, decidiu.

“Defiro a tutela provisória de urgência, para o fim de que a requerida retire do ar, no prazo de cinco dias, a reportagem televisiva em voga ou outra que indique a imagem, nome e profissão do autor, relacionadas ao mesmo fato”, concluiu.

O post Radialista é dado como morto no SBT e exige R$ 100 mil do canal apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.

Similares

Advertisment

Popular

Reprodução da foto na autenticação é novo tipo de golpe no e-commerce

Fraudadores passaram a capturar imagens do consumidor em redes sociais para fazer compras e saques ilícitos

São Paulo, os 467 anos da terra prometida

Tive muitas vidas na cidade. Todas foram invariavelmente boas

Jojo Todynho alfineta Biel ao falar sobre perfeição na Record

Jojo Todynho falou sobre as críticas que recebe (Imagem: Reprodução/ Record) Jojo Todynho voltou a participar do Hora do Faro, da Record, neste domingo (24),...