Confiança do empresário está cada vez mais intensa

A percepção do setor industrial melhorou em novembro e se aproxima do pico pré-pandemia

Desde agosto, o ICEI retrata confiança ao registrar valores acima da linha dos 50 pontos

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) cresceu 1,1 ponto frente a outubro e atingiu 62,9 pontos em novembro. De acordo com pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada nesta sexta-feira (13), a confiança está cada vez mais intensa e disseminada no setor industrial e o indicador está mais próximo ao pico pré-pandemia, de 64,7 pontos em fevereiro. O indicador varia de 0 a 100 pontos, sendo que todos os valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, melhora da situação corrente ou expectativa otimista.

Desde agosto, o ICEI retrata confiança ao registrar valores acima da linha dos 50 pontos. O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, avalia que o aumento da confiança foi puxado pela melhora da percepção sobre as condições atuais da empresa e da economia brasileira em relação aos últimos seis meses, o que reforça a percepção de rápida e intensa melhora da atividade.

Já as expectativas para os próximos seis meses variaram pouco, mas seguem otimistas. O ICEI entrevistou 1.395 empresas, sendo 539 de pequeno porte, 526 de médio porte e 330 de grande porte, entre 3 e 9 de novembro.

Similares

Advertisment

Popular

O ar que me falta

Três razões tornaram a leitura do livro de Luiz Schwarcz uma experiência fulminante

BC estende acordo com Fed até fim de setembro

Contrato especial de swap vigorará por mais seis meses

Governo do RS divulga os primeiros vencedores do edital Techfuturo

Programa investirá R$ 5,6 milhões em 37 iniciativas