Pandemia reduz em um décimo renda global obtida com trabalho

Informação está no relatório da OIT sobre efeitos da Covid-19

Trabalhadores em economias em desenvolvimento e emergentes, especialmente aqueles com empregos informais, foram afetados em uma extensão muito maior do que em crises anteriores

A renda mundial obtida com o trabalho caiu cerca de 10,7% – ou US$ 3,5 trilhões – até setembro de 2020 em relação ao mesmo período do ano anterior, anunciou a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Essa leitura, que não inclui o auxílio à renda fornecido pelos governos para compensar o fechamento de locais de trabalho durante a pandemia, é o equivalente a 5,5% do PIB global para os três primeiros trimestres de 2019, acrescentou a instituição.

“O fechamento de locais de trabalho continua a perturbar os mercados em todo o mundo, levando a perdas de horas de trabalho maiores do que as estimadas anteriormente”, aponta a OIT em seu sexto relatório sobre os efeitos da pandemia no mundo laboral. Trabalhadores em economias em desenvolvimento e emergentes, especialmente aqueles com empregos informais, foram afetados em uma extensão muito maior do que em crises anteriores, disse a agência da Organização das Nações Unidas. A OIT informou que o declínio no número de empregos foi geralmente maior para as mulheres do que para os homens.

“Assim como precisamos redobrar nossos esforços para combater o vírus, também precisamos agir com urgência e em escala para superar seus impactos econômicos, sociais e de emprego. Isso inclui apoio sustentado para postos de trabalho, empresas e renda”, afirmou o diretor-geral da OIT, Guy Ryder, em comunicado.

Com Agência Brasil

Artigo anteriorO rescaldo da peste
Próximo artigoSó sei que nada sei

Similares

Advertisment

Popular

O ar que me falta

Três razões tornaram a leitura do livro de Luiz Schwarcz uma experiência fulminante

BC estende acordo com Fed até fim de setembro

Contrato especial de swap vigorará por mais seis meses

Governo do RS divulga os primeiros vencedores do edital Techfuturo

Programa investirá R$ 5,6 milhões em 37 iniciativas