Ingrid Guimarães e Tatá Werneck vão estrelar nova comédia no cinema

Ingrid Guimarães

Ingrid Guimarães
Ingrid Guimarães e Tatá Werneck vão interpretar irmãs em novo filme (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após o sucesso da trilogia De Pernas Pro Ar, Ingrid Guimarães  definiu o tema do seu novo filme. A nova produção será uma comédia que retrata duas irmãs que nutrem amor e ódio ao mesmo tempo. A atriz e apresentadora Tatá Werneck também vai fazer parte do longa-metragem.

Segundo a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, os detalhes do novo projeto têm sido tratado com o maior sigilo possível. A intenção de manter tudo em segredo é tão grande que os envolvidos chegaram até mesmo a assinar um contrato de sigilo.

Os trabalhos de pesquisa já foram iniciados e a equipe segue, mesmo na quarentena, a todo vapor, a fim de finalizar a parte de criação da história. O projeto é um sonho de Ingrid e Tatá; ambas já haviam revelado a vontade de trabalhem juntas. Vale ressaltar que elas são grandes amigas há um bom tempo.

Anteriomente, as duas, curiosamente, concorreram na disputa para interpretar a Valdirene em Amor à Vida (2013). O papel acabou sendo vivido por Tatá Werneck. Já Ingrid Guimarães, tem colocado como prioridade em sua agenda, desde que terminaram as gravações de Bom Sucesso (2019), a comédia com Tatá Wernerck.

O novo filme não será o primeiro no qual as amigas trabalham juntas. Anteriormente, a dupla já havia atuado em De Pernas por Ar 2 (2012), Loucas para Casar (2015) e TOC: Transtornada Obsessiva Compulsiva (2017), todas comédias de sucesso do cinema nacional.

O post Ingrid Guimarães e Tatá Werneck vão estrelar nova comédia no cinema apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.

Similares

Advertisment

Popular

Atividade econômica avança 2,5% no Sul no quarto trimestre

O BC alerta que a trajetória na região pode ser impactada pela ampliação dos casos de Covid-19

Produção de veículos cai 3,5% em fevereiro

É o pior resultado para o mês desde a crise de 2016

Produção industrial registra nona alta consecutiva

Indicador cresceu 0,4% em janeiro