Repórter da Globo é agredida em praia durante reportagem

Globo
Repórter da Globo sofre agressão e represália de pessoas em praia (Imagem: Reprodução/ NSC TV)

Uma repórter da Globo foi agredida por banhistas na praia do Campeche, em Florianópolis, nesta segunda-feira (02). A jornalista Barbara Barbosa o repórter cinematográfico Renato Soder, da NSC TV, afiliada do canal em Santa Catarina, estavam trabalhando no local, quando sofreram agressões e ouviram ameaças.

A equipe registrava a presença de banhistas na orla, em descumprimento a legislação da cidade, que permite o banho de mar, mas proíbe a permanência na areia. O material completo seria exibido no Jornal do Almoço, que acabou mostrando que um grupo, que estava desrespeitando a norma, cercou a repórter e o cinegrafista.

No local, alguns banhistas avançaram para cima da repórter, ameaçando quebrar a câmera. Em seguida, outros presentes no local tentaram tirar o celular das mãos de Bárbara Barbosa.

A jornalista filmava o momento em que o grupo a cercava. Inclusive, uma mulher chegou a pegar o aparelho da repórter da Globo. A Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas e, após a confusão na praia, a profissional recuperou o celular.

A emissora afirmou que um boletim de ocorrência será registrado. “Queria reforçar que a nossa equipe estava trabalhando. O que nós fazemos é divulgar, informar e cobrar o cumprimento de regras que não somos nós que elaboramos. O decreto, que foi renovado pela prefeitura de Florianópolis, diz que você pode tomar banho de mar, surfar e se exercitar na praia, mas não pode permanecer na areia“, disparou a âncora Laine Valgas.

“A regra é da prefeitura de Florianópolis e também é uma portaria do Governo do Estado de Santa Catarina. É um direito seu não concordar com o decreto, mas ele existe e precisa ser cumprido sob pena de multa. Se mesmo assim você não quer cumpri-lo, você não tem o direito de agredir quem está a trabalho reforçando o cumprimento dessa regra. Nada justifica essa violência”, completou ela.

Em nota, a NSC Comunicação disse que “o ataque e a agressão à equipe da NSC, nesta segunda-feira, na Praia do Campeche, são uma tentativa de impedir o trabalho da imprensa, de levar os fatos ao conhecimento público – o que é garantido pela Constituição Federal”.

“Atitudes como esta, que infelizmente mostramos no Jornal do Almoço, estão se repetindo no país inteiro. Mas elas revelam e fortalecem a importância do nosso trabalho. Os agressores responderão pelos seus atos e nós vamos continuar fazendo o que fazemos: jornalismo profissional, independente e essencial para a sociedade catarinense”, concluiu.

O post Repórter da Globo é agredida em praia durante reportagem apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.

Similares

Advertismentspot_img

Popular